IMÓVEIS EM ILHÉUS

IMÓVEIS EM ILHÉUS

JORNAL DO MEIO DIA DA GABRIELA FM

JORNAL DO MEIO DIA DA GABRIELA FM
102,9

REI DAS ESQUADRIAS

REI DAS ESQUADRIAS
AV. ITABUNA. ILHÉUS BA

RESTAURANTE MESTRE CUCA

RESTAURANTE MESTRE CUCA
AGORA COM RODIZIO

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Filho do diretor de eventos da prefeitura de Medeiros Neto é assassinado com 5 tiros

POR JAN SANTOS / MEDEIROS DIA DIA
 
 Foto extraída do arquivo pessoal

Nas primeiras horas desta segunda feira, o jovem Júnior Nunes, de 28 anos, mais conhecido como Boião, Agente de Saúde, e filho de Sandro Muniz, atual Diretor de Eventos da Prefeitura de Medeiros Neto, foi brutalmente assassinado, em via pública, em frente ao colégio Deolisano Rodrigues, com 5 tiros.

De acordo com informações da Polícia Militar, Júnior Nunes participava de uma festa de São João antecipado, no centro da cidade, quando seu irmão e ele se envolveram em um bate-boca com um rapaz, ainda não identificado.

A guarnição interviu e aconselhou que todos eles fossem para casa, porém, de acordo com a Polícia, 20 minutos depois, Júnior retornou ao local do evento, ainda na companhia do irmão e, novamente, foram abordados e instruídos a irem para casa.

Segundo informações, Júnior Muniz teria ido com seu irmão para a casa do tio e, logo em seguida, seguiu para sua casa a pé, acompanhado do irmão e do tio. Foi quando, na altura do Colégio Deolisano Rodrigues, um veículo Celta preto, de placa ignorada, parou, dois homens desceram e um deles efetuou 5 disparos de arma de fogo contra Júnior, o atingindo no pescoço e nas costas. Após efetuar os disparos, os atiradores fugiram, sem deixarem pistas, em direção ignorada. No local do crime, a Polícia não localizou estojos ou outras evidências, o  que leva a crer que a arma usada foi um revólver de calibre 38 ou 32, o que só a perícia poderá confirmar.

Júnior foi socorrido ao Hospital Municipal de Medeiros Neto, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O corpo de Júnior Muniz será removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Teixeira de Freitas para exames de necropsia. A Polícia Civil de Medeiros Neto vai instaurar inquérito para investigar a motivação e autoria deste crime. A família ainda não informou local de velório e o horário do sepultamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário