IMÓVEIS EM ILHÉUS

IMÓVEIS EM ILHÉUS

JORNAL DO MEIO DIA DA GABRIELA FM

JORNAL DO MEIO DIA DA GABRIELA FM
102,9

RESTAURANTE MESTRE CUCA

RESTAURANTE MESTRE CUCA
AGORA COM RODIZIO

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Pai e três vizinhos presos por abusarem sexualmente de quatro crianças em Camacan


Um pai identificado como Gutemberg Silva Marques, 41 anos, os vizinhos Cosme e Damião Bandeira Castro, 51 anos e José Antônio dos Santos, (Tonhão) 61, foram presos, na tarde desta terça-feira (6), em Camacan, acusados de abusarem sexualmente de quatro meninas de 7, 9, 10 e 13 anos. O caso foi descoberto por uma vizinha que desconfiou do comportamento estranho das crianças nos últimos dias e começou investigar por conta própria e denunciou o caso à polícia.

O caso só teve a liberação para divulgação na tarde desta quinta-feira, para não atrapalhar a investigação policial. As crianças estiveram com a mãe e dois conselheiros tutelares, e contaram detalhadamente como eram abusadas pelo pai, e os três pedófilos, que aliás, são amigos dele.



As crianças confessaram que há muito tempo vinham sendo abusadas, e eram ameaçadas para não contarem nada pra ninguém. As vítimas também informaram que os acusados ofereciam doces, dinheiro e celulares, objetivando atraí–las para a residência dos acusados. Segundo ainda a investigação policial, por várias vezes, além dos atos libidinosos, os pedófilos, tiveram conjunção carnal com as crianças, inclusive com a menor de 7 anos.

Gutemberg é pai de duas das meninas, tio de outra e padastro da adolescente de 13 anos. As crianças relataram ainda, que ele as molestava em um colchão posto na sala da casa, enquanto a esposa dormia. Uma das crianças contou ainda que sua mãe, tinha conhecimento dos abusos praticados pelo pai. Após o relato das menores, o delegado Francesco Denis da Silva Santana, expediu guia, para que elas fossem submetidas a exames de corpo deleito no Departamento de Polícia Técnica de Itabuna (DPT), objetivando detectar o grau de gravidade e danos físicos e psicológicos causados às vitimas. Se condenados eles serão enquadrados no art. 217 – A do Código Penal, por estupro de vulnerável e poderão pega uma penas de 8 a 15 anos de reclusão.


Por otempojornalissimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário